quarta-feira, 5 de abril de 2017

Doutrinação, Lavagem Cerebral E A Massagem Do Ego

No fantástico, e cada vez mais essencial,  Universo Porto - Da Bancada de ontem, foi provado o que há muito se sabia: que o discurso da paineleiragem benfas está melhor sincronizado do que o de uma equipa de natação dessa variante. O que não se sabia - mas poder-se-ia inferir - é que está micro-organizado ao nível do patético. O senhor Carlos Janela, que de independente tem tanto como eu tenho de arquitecto, mas que se gosta de arvorar em tal, e de se fazer passar por tal, envia semanalmente aquilo que os meninos devem dizer - repare-se no segmento em que Francisco Marques cita as frases sobre Bruno de Carvalho e vejam lá se não se lembram logo daqueles cujo perímetro abdominal é maior - e ainda sublinha que eles devem glorificar sempre o clube de regime!

É patético e ridículo, mas bem exposto: falam de nós como se fossemos uma máfia, mas vai-se a ver, são eles que não permitem pensamento crítico, diferença de opinião e que tentam mudar a opinião pública com um punhado de frases bem cadenciadas e que, ouvidas em diferentes fóruns, são uma propaganda Goebelliana bastante eficaz.

Se juntarmos a isso as câmaras de eco dos media subservientes e as massagens, ao ego e a determinadas zonas do corpo, a ratos de esgoto que têm programas dedicados a tentar depositar todos os males do mundo naquela equipa que lhe estraga o sonho de um campeonato da capital dominante sobre os "da província", e também outros avençados que fazem guerrilha suja - chegando mesmo a mentir tão mal que sofrem consequências disso - e temos toda uma máquina de propaganda capaz de lavar o cérebro de quem está mais desatento. 

Iremos desfazê-la peça por peça e reestabelecer a igualdade no futebol. Sim, igualdade, porque tanto orgasmo acontece pelo verifique apoiar o video-árbitro, mas tal só acontece como festinha para a ratazana. Seria difícil ao benfas explicar como tem um jogador há 17 jogos à bica mas a dar castanhada por todo o lado, golos com a mão, empurrões na área e foras de jogo de quilómetros, com o VA. Seria complicado se uma equipa deixasse de jogar ao Bate o Pé enquanto a outra tenta jogar futebol. Sim, porque dualidades de critério desta natureza são pura coincidência e não merecem nem um só segundo de análise!

No fundo, já sabemos que tudo isto vai ser contrariado pelas avestruzes que são os adeptos do ficaben e pelo habilidoso spin doctoring vermelho. Mas o importante é que o adepto Portista saiba identificar e rejeitar este tipo de mentira parva e de análise tendenciosa.

É que, por exemplo, "Ligas Reais" que conseguem fazer equivaler 30 penalties roubados a puxões de camisola visíveis apenas em photofinish, são tão reais como os unicórnios. 

19 comentários:

  1. É simplesmente impossível não sentir um nojo profundo por todos os que fazem parte desta máquina de propaganda que é o clube do regime!

    É isto que mais custa quando não ganhámos, significa que são estas bestas que ganham!
    É por tudo isto que temos de ganhar!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Esse clube batoteiro goza de um regime especial em tudo.Tratamento privilegiado na vendida CS. Tratamento de excepção do fisco, que lhes aceitam papel sem valor para pagar dívidas. Tratamento diferenciado da arbitragem pois contra eles não há penalidades nem cartões amarelos, veja-se o escândalo Pizzi. Tratamento amigo do CJ e CD veja-se a diferença de tratamento no caso dos petardos no Estoril e em Vila da Feira. Enfim nem vale a pena continuar. Se mesmo assim com colinhos estão só a um ponto de nós imagino quantos pontos de atraso teriam se houvesse verdade desportiva. Temos de louvar o brilhante Universo Porto da Bancada que com provas desmascara toda a podridão vermelha que é escondida e incentivada por uma CS composta por vermes sem sentido ético nem coluna vertebral. É pena o nosso presidente não se rebaixar a ler blogs pois se o fizesse talvez aprendesse alguma coisa e deixasse de fazer a figura ridícula que fez no Domingo ao dizer que tinha sido uma boa arbitragem.

    ResponderEliminar
  3. O Benfica e o regime são uma e a mesma coisa. O Jorge preconiza ajuizadamente que a bomba de cócó financeira que são as contas daquela gente há-de rebentar. Haverá tumulto, danças de cadeiras, o diabo. Mas o Estado, em toda a transversalidade do seu corpo, até ao mais alto nível, amparará sempre o SLB. É um facto histórico. Foi assim, por exemplo, com Manuel Vilarinho, quando o governo de Durão Barroso permitiu que o Benfica usasse garantias de acções como pagamentos ao fisco. Não só gravíssimo pela excepção anti-democrática que constituiu (mais nenhuma empresa, ou cidadão teve acesso à mesma benesse), como foi uma clara violação da Constituição. A vergonha fora amanhada ainda durante a campanha eleitoral, às claras, em troca do apoio institucional benfiquista. Com uma comunicação social afim, a estrutura do Estado em conluio desde longo tempo e uma forte identificação popular, o que devia ser crime passou a transacção natural, legítima e até necessária ao bem nacional.

    Quando fomos superiores, éramos gigantes. Fora do campo, uma acção institucional perfeitamente articulada e assertividade extreme, mantiveram as manigâncias benficoides em cheque. Dentro das quatro linhas, um roldão de futebol combativo não dava qualquer possibilidade de resistência aos adversários. Nos dois planos, o que havia em comum era a identidade. Não havia "somos Porto", expressão que soaria ridícula e pleonástica. Quando se precisa de dizer quem somos constantemente, significa que já não nos reconhecem no que fomos.

    Eu acredito que estamos a construir. Não gosto de NES, mas reconheço-lhe que a equipa vai evoluindo. Temos um scouting melhor e voltaram os acertos nas contratações de Inverno. No campeonato vamos a 1 ponto do topo, não obstante termos sido constante e gritantemente prejudicados.

    Tenho esperança.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. grande, enorme, comentário, André - na senda de outros mais (e como sempre)!
      permite-me só uma adenda: sempre foi assim. recordo-me, por exemplo, da pouca-vergonha que foi a contratação de Paulo Futre, em 1993, com dinheiros públicos provenientes da rtp - a mesmíssima estação (cada vez mais, muito pouco) pública de televisão que, no Sábado, deu hossanas pelo golo do 5lb...

      abr@ço
      Miguel | 92º minuto

      Eliminar
    2. André, Roma e Pavia não foram feitas num dia, e eu não tenciono deixar de ir ao Dragão...

      Reconstruir era essencial. Faça-se!

      Abraço

      Eliminar
    3. Obrigado e um abraço, Miguel.

      Haja muitos com a sua opinião e atitude, Jorge. É preciso para que o bom trabalho continue e possamos crescer.

      Eliminar
  4. Meus caros,

    Quando um cadastrado caloteiro, que ficou a dever 600 milhões ao BES, tem a cobertura do 1º Ministro e do Ministro das Finanças, numa altura em que é procurada a todo o custo a negociação menos má para o Novo Banco, tudo o resto são peanuts. Imagine-se que era o presidente do Futebol Clube do Porto…

    Perante todo o cenário, da maneira que estava preparado o circo, seria muito difícil fazer melhor.

    Com este gabinete de comunicação, agora sim! Até dá gosto.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E acredito que isto seja a ponta do icebergue!

      Abraço

      Eliminar
  5. Finalmente, a postura por que tanto clamávamos... a ver se ainda vai a tempo para produzir efeitos neste campeonato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim a equipa corresponda em campo...

      E que o ano seguinte comece como deve.

      Abraço

      Eliminar
    2. O campeonato joga-se e ganha-se dentro do campo, a jogar futebol, não é a fazer ruído cá fora. Copiar o Nalgas de Carvalho é receita para a desgraça.

      Eliminar
  6. Vassalo, por isso é que nunca devemos citar o ratazana, mesmo quando o que ele dizia era favorável aos nossos argumentos, pois a ratazana dá a volta muito rapidamente e já conseguiu empatar a liga da verdade (dele) e agora quem o citou arrisca-se a ouvir; "Ai, agora o Rui Santos já não percebe nada??".

    Ainda há pouco, o especialista ratazana disse que o guarda redes (Bruno Varela) estava a olhar para a bola, logo pode atropelar jogadores sem ser falta (https://www.youtube.com/watch?v=LIu41ZmrE0Y&t=2188s a partir do minuto 38). Já percebi porque é que o Pizzi não faz faltas nem vê cartões, ele está a ver as pernas onde vai bater mas os olhos estão virados para a bola...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehe

      Citar o ratazana só com grandes disclaimers por trás!

      Abraço

      Eliminar
  7. O FCPORTO tem de criar uma "alcateia" de comentadores como a "porta 18", porque o programa "Universo Porto da Bancada", sabe a pouco.

    Abraço

    Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

    ResponderEliminar
  8. Boa noite,

    Com o "Dragão diário - da bancada" no ar, como teria sido tão, tão, tão provável termos sido campeões na 1ª época do Lopetegui.

    João Silva

    ResponderEliminar
  9. Caro Jorge Vassalo,

    Já gostava do UP mas o de ontem foi absolutamente excepcional. A história da cartilha e da suposta intervenção de Francisco Marques no fórum da TSF é absolutamente incrível. Demonstra bem o que é o polvo.

    Até que enfim que o FCP acordou e começa a encontrar formas de desmontar e por a nu o que é o polvo e repare que nem é necessária a intervenção permanente do presidente. Era bom que acontecesse mas parece que temos uma fórmula para começar a combater esta corja benfiquista que é vergonhosa.

    Raoc

    ResponderEliminar
  10. O quão bom era se NES ouvi-se o que se diz no Universo Porto-Bancada, e leva-se isto para o balneário.
    O NES tem de ser esse tipo de treinador, de dar gasolina.
    Tenho a certeza de que se o balneário pressenti-se disto os jogadores teriam feito uma melhor exibição em carnide. E estaríamos numa melhor posição.
    Recentemente em Portugal, o FC Porto não vence campeonatos, só e exclusivamente por causa do Futebol. Falta esta parte anímica, que é gasolina.
    É preciso dar a tal gasolina.

    Façam perceber aos jogadores o quão importante é ganhar competições nacionais.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  11. a "cartilha" destes meninos faria Goebbels corar de vergonha... propaganda ao nivel do pior ditador

    ResponderEliminar